quinta-feira, novembro 24, 2005

Capítulo 2

O barulho estranho

Guilherme pegou as ferramentas e foi com o pai,todo animado. Sua irmãzinha, Clara, foi junto.É que ela adorava uma farra. O pai de Guilherme começou a cavar e os meninos, eufóricos, ajudavam a tirar a terra. Acontece que, para plantar o pé de carambola era preciso um buraco bem fundo, porque a muda da planta já estava um pouco grandinha.
Cavaram, cavaram, cavaram e já estavam ficando cansados, quando ouviram um barulho estranho. Parecia que a enxada havia batido em alguma coisa. O pai de Guilherme cavou novamente, e o mesmo barulho se repetiu.
- O que será isto? Perguntou o pai espantado.
- Vai ver que é alguma caixa esquecida por aí, disse Guilherme.
- Eu acho que é um tesouro de pirata, disse a Clara.